10 dicas para produzir uma boa redação

Criar uma redação nota 1000 não é impossível. Mas requer uma certa preparação.

Uma das coisas que mais assusta os estudantes de ensino médio, principalmente os aspirantes ao vestibular, é a redação. É quase unanimidade entre os candidatos a escolha por manter o foco nas disciplinas mais difíceis e deixar a redação por último, mesmo ela representando grande peso no cálculo da nota final da prova: tem o valor de 0 a 1.000 pontos.

Redigir um texto pode até parecer uma tarefa complicada, mas existem algumas técnicas de escrita que facilitam o dia a dia de quem precisa treinar para se dar bem na escola, no Enem e nos demais vestibulares. Mas, existe alguma fórmula mágica que seja capaz de nos transformar em excelentes escritores de uma hora outra para a outra? Você já sabe a resposta: Claro que não! A mágica está na dedicação à leitura e ao contato com a língua.

Mas não precisa se preocupar, vamos dar uma forcinha para você que deseja aperfeiçoar sua escrita, com algumas dicas de redação simples, porém eficientes. Elas poderão facilitar sua rotina de estudos e deixá-lo(a) mais perto daquela redação nota 10.

1 – Leia bastante

Parece clichê, mas não é! Quando lemos, ocorrem diversas ligações no cérebro que nos permitem desenvolver o raciocínio. Essa recomendação é unânime entre os entendidos da área. Com essa atividade, aguçamos nosso senso crítico por meio da capacidade de interpretação. Leia livros, revistas, sites, gibis e jornais que possam te proporcionar contato com a cultura e com o vocabulário.

2 – Pratique a escrita

Para aprimorar o gênero dissertativo, nada como praticar! Se você conhece a língua portuguesa, sabe que ainda não inventaram nada mais eficiente do que a praticar a escrita como fórmula garantida para quem deseja se dar bem com as redações. É indispensável conhecer todos os recursos que a língua nos disponibiliza e para isso é preciso praticar. Escreva e reescreva seu texto, inclua na sua rotina de estudos a criação de ao menos uma redação dissertativa e argumentativa por semana.

3 – Leia a proposta com atenção

Se todos realmente prestassem atenção na proposta, o número de redações zeradas seria muito menor. Leia atentamente a proposta e marque as partes que você achar mais importante. Isso garantirá que você não perca o objetivo e saia do tema. Leia, releia e diminua as chances de errar o foco narrativo ou de criar alguma coisa que o professor – ou a banca – não solicitou.

4 – Planeje seu texto

Anote, com palavras-chave, todas as ideias que você tiver referente ao tema. Para alguns minutos em frente ao que foi proposto e anote tudo o que vier em sua cabeça, palavras ou frases prontas e use-as na construção do texto. Dessa forma você não se esquece de nada que precisa escrever e te ajuda a criar conexões para melhorar a estrutura da redação.

5 – Pense na estrutura

Ela tem que mostrar a habilidade do aluno em debater o tema proposto e articular ideias para a questão em pauta – tudo isso num português claro e bem escrito. O texto que você faz é resultado da união entre conhecimento sobre o tema, capacidade de encadear ideias e domínio das normas da língua portuguesa. Para começar, apresente um ponto de vista. Em seguida, desenvolva argumentos que possam comprová-lo. Conclua de forma resumida, ou com propostas de solução para os problemas discutidos no texto.

6 – Cuidado com os títulos

O título é tão importante quanto todo o desenvolvimento do texto. É a primeira oportunidade para mostrar o poder da sua criatividade. Seu título deve ser interessante para que o leitor sinta-se convidado a ler sua redação e, para que seja interessante, ele não deve ser curto demais ou dar muitas pistas sobre o conteúdo do texto. Uma dica é deixa-lo para o final, pois o longo do processo de escrita, novas ideias vão surgindo.

7 – Trabalhe a argumentação com dados

Apresente um ponto de vista e o defenda com bons argumentos. Utilize dados que você conheça ou situações reais para ilustrar sua redação. Não recorra a argumentos pautados por gostos relativos ou ideológicos. Demonstre que sua visão sobre aquele assunto é baseada em informações consistentes e verídicas, não em suposições ou achismos.

8 – Tenha Clareza e coesão: Seja objetivo

Selecione as melhores ideias e organize-as. Assim você conseguirá elaborar um texto coeso, objetivo, criativo e de boa leitura. Discorra, exponha e articule suas ideias, sobre o assunto ao longo da construção de sua redação. Evite redundâncias ou ambiguidades, valorizando a simplicidade na escrita.

9 – Evite escrever frases muito longas

Evite linguagem muito difícil e frases muito longas. Devemos falar o máximo possível com o mínimo de palavras, sendo o mais claro possível no que queremos dizer. Utilize bem as palavras sempre com clareza e não se esqueça das vírgulas.

10 – Revise antes de entregar

Revisar o próprio texto não é uma tarefa tão fácil assim. Mas uma leitura dinâmica já ajuda a identificar alguns erros. Ler e reler o texto te ajuda não só a corrigir palavras, repetições ou falhas na colocação de algum argumento, mas também a acrescentarmos mais ideias e quem sabe, até deixa-lo mais enxuto. Verifique se existem blocos de texto muito longos.

Fonte:

https://educacao.uol.com.br/listas/veja-10-dicas-imperdiveis-para-fazer-uma-boa-redacao.htm

https://www.novaconcursos.com.br/portal/noticias/enem-2017-10-dicas-redacao-2018-03/

https://blog.imaginie.com.br/redacao/

https://brasilescola.uol.com.br/redacao/passo-passo-para-escrever-uma-boa-redacao.htm

https://brasilescola.uol.com.br/redacao/como-fazer-uma-redacao-nota-10.htm

https://www.colegiosaojudas.com.br/15-dicas-para-uma-boa-redacao/

Imagem: https://www.freepik.com/

Comentários (0)

There are no comments posted here yet

Deixe seus comentários

  1. Posting comment as a guest.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Share Your Location